Busy. Please wait.
or

show password
Forgot Password?

Don't have an account?  Sign up 
or

Username is available taken
show password

why


Make sure to remember your password. If you forget it there is no way for StudyStack to send you a reset link. You would need to create a new account.
We do not share your email address with others. It is only used to allow you to reset your password. For details read our Privacy Policy and Terms of Service.


Already a StudyStack user? Log In

Reset Password
Enter the associated with your account, and we'll email you a link to reset your password.

Remove Ads
Don't know
Know
remaining cards
Save
0:01
To flip the current card, click it or press the Spacebar key.  To move the current card to one of the three colored boxes, click on the box.  You may also press the UP ARROW key to move the card to the "Know" box, the DOWN ARROW key to move the card to the "Don't know" box, or the RIGHT ARROW key to move the card to the Remaining box.  You may also click on the card displayed in any of the three boxes to bring that card back to the center.

Pass complete!

"Know" box contains:
Time elapsed:
Retries:
restart all cards




share
Embed Code - If you would like this activity on your web page, copy the script below and paste it into your web page.

  Normal Size     Small Size show me how

pcivil.it3-2

Intervenção de terceiros - 2

QuestionAnswer
01. Entre as modalidades de intervenção de terceiros temos: assistência, denunciação à lide, chamamento ao processo, inc de desconsideração de PJ e amicus curiae. Em que consiste a denunciação à lide? É a modalidade de intervenção que tem por finalidade viabilizar o exercício do direito regresso por parte do denunciante nos próprios autos, à vista de um dever legal ou contratual de garantia.
02. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Por que se diz que ela é incidente e eventual? 1) incidente – constitui uma demanda incidente, pois agrega uma nova à já existente, dado o pedido incidental que é agregado ao feito; 2) eventual – depende da improcedência da demanda principal.
03. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. As hipóteses de denunciação são a evicção e a ação regressiva. Em que consiste a denunciação proveniente da evicção? Evicção é a perda de um bem imóvel em virtude de decisão judicial que dá a propriedade a outrem. Quando o evicto for demandado, ele pode denunciar o alienante para que, caso perca, tenha uma ação regressiva contra o alienante.
04. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Como é feito o julgamento de uma ação em que existe denunciação à lide? Haverá uma sentença única. O juiz vai julgar primeiro a ação originária, pois a denunciação vai ou não para frente a depender da ação originária.
05. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. As hipóteses de denunciação são a evicção e a ação regressiva. Em que consiste a denunciação proveniente de ação regressiva? Possibilita denunciar à lide aqueles que está obrigado por previsão em lei ou em contrato a indenizar, em ação regressiva, o prejuízo de quem for vencido no processo. Ex. O segurado e a seguradora.
06. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual a consequência se a denunciação à lide deixar de ser exercida no processo principal? Quando a denunc da lide for indeferida, deixar de ser promovida ou não for permitida, o dir regressivo será exercido por ação autônoma. Caso a parte não promova a denunciação terá apenas perdido a oportunidade de observação de regresso no mesmo processo.
07. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. O que é a denunciação sucessiva e o que o NCPC dispõe sobre a questão? Denunciação sucessiva é possibilidade de o denunciado chamar outro responsável em direito regressivo. O NCPC só admite uma única denunciação sucessiva. Para cobrar os outros responsáveis é necessário ação autônoma.
08. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual é o momento para fazer a denunciação da lide em um processo? Caso a denunciação da lide ocorra pelo autor, ela deverá ser feita com o ajuizamento da inicial. Caso a denunciação da lide seja feita pelo réu, ela deverá ocorrer com a contestação.
09. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. O procedimento para denunciação se diferencia conforme se trata de autor ou de réu. Como é o procedimento caso a denunciação parte do autor? Feita a denunciação pelo autor, o denunciado poderá assumir a posição de litisconsorte do denunciante e acrescentar novos argumentos à petição inicial, procedendo-se em seguida à citação do réu. Teremos, portanto, como autores o denunciante e denunciado
10. A denunciação à lide é uma das modalidades de interv de terceiros. O procedimento para denunciação se diferencia conforme se trata de autor ou de réu. Como é o procedimento caso a denunciação parte do réu e o denunciado contestar o pedido do autor? se o denunciado contestar o pedido formulado pelo autor, o processo prosseguirá tendo, na ação principal, em litisconsórcio passivo, denunciante e denunciado;
11. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. O procedimento para denunciação se diferencia conforme se trata de autor ou de réu. Como é o procedimento caso a denunciação parte do réu e o denunciado for revel? o denunciante pode deixar de prosseguir com sua defesa, eventualmente oferecida, e abster-se de recorrer, restringindo sua atuação à ação regressiva.
12. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Como é o procedimento caso a denunciação parte do réu e o denunciado confessar os fatos alegados pelo autor na ação principal? O denunciante poderá prosseguir com sua defesa ou, aderindo a tal reconhecimento, pedir apenas a procedência da ação de regresso.
13. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual a consequência para o denunciante se este perder a ação principal? se o denunciante for vencido na ação principal o juiz decidirá, na sequência, a denunciação da lide, fixando a responsabilidade do denunciado.
14. A denunciação à lide é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual a consequência para o processo se o denunciante for vencedor na ação principal? Se o denunciante for vencedor, a ação de denunciação não terá o seu pedido examinado, sem prejuízo da condenação do denunciante ao pagamento das verbas de sucumbência em favor do denunciado.
15. Entre as modalidades de intervenção de terceiros temos: assistência, denunciação à lide, chamamento ao processo, inc de desconsideração de PJ e amicus curiae. Em que consiste o chamamento ao processo? É hipótese de intervenção forçada de terceiro que tem por objetivo chamar ao processo todos os possíveis devedores de determinada obrigação comum a fim de que se forme título executivo que a todos apanhe.
16. O chamamento ao processo é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Quem pode se valer deste instrumento no processo? Somente o réu, se este for fiador ou um dos devedores solidários.
17. O chamamento ao processo é uma das modalidades de intervenção de terceiros. O que ocorre quando o chamamento do processo se efetua? ocorrerá um aumento do pólo passivo, dando ensejo a formação de um litisconsórcio passivo posterior.
18. O chamamento ao processo é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual o prazo que o réu tem para promover a citação daqueles sujeitos a esta modalidade de intervenção? A regra é que seja promovida no prazo de 30 dias, sob pena de ficar sem efeito o chamamento. Se o chamado residir em outra comarca, seção ou subseção judiciárias, ou em lugar incerto, o prazo será de 2 (dois) meses.
19. O chamamento ao processo é uma das modalidades de intervenção de terceiros. Qual a principal finalidade de efetuar o chamamento ao processo os sujeitos responsáveis pela dívida comum? Se procedente a sentença haverá formação de títulos executivos contrato todos os devedores, de forma que o autor poderá demandar o título contra qualquer deles ou contra todos na proporção do seu respectivo quinhão.
Created by: sigurd