Busy. Please wait.
or

show password
Forgot Password?

Don't have an account?  Sign up 
or

Username is available taken
show password

why


Make sure to remember your password. If you forget it there is no way for StudyStack to send you a reset link. You would need to create a new account.
We do not share your email address with others. It is only used to allow you to reset your password. For details read our Privacy Policy and Terms of Service.


Already a StudyStack user? Log In

Reset Password
Enter the associated with your account, and we'll email you a link to reset your password.

Remove ads
Don't know
Know
remaining cards
Save
0:01
To flip the current card, click it or press the Spacebar key.  To move the current card to one of the three colored boxes, click on the box.  You may also press the UP ARROW key to move the card to the "Know" box, the DOWN ARROW key to move the card to the "Don't know" box, or the RIGHT ARROW key to move the card to the Remaining box.  You may also click on the card displayed in any of the three boxes to bring that card back to the center.

Pass complete!

"Know" box contains:
Time elapsed:
Retries:
restart all cards




share
Embed Code - If you would like this activity on your web page, copy the script below and paste it into your web page.

  Normal Size     Small Size show me how

pcivil.contestação

Resposta do réu - contestação

QuestionAnswer
Qual o prazo da contestação? 15 dias
O que é o princípio da eventualidade? Também chamado de princípio da concentração, diz que o réu tem que, em sede de contestação, alegar todas as defesas que dispuser.
Antes de entrar no mérito, o réu tem que alegar algumas matérias. Quais são elas? São apenas 13. 1 - inexistência ou nulidade da CITAÇÃO 2 - incompetência absoluta e relativa 3 - incorreção do VALOR DA CAUSA 4 - inépcia da PI 5 - perempção 6 - litispendência 7 - coisa julgada 8 - conexão
Antes de entrar no mérito, o réu tem que alegar algumas matérias. Quais são elas? São apenas 13 e você parou em conexão. 9 - incapacidade da parte, defeito de representação ou falta de autorização. 10 - convenção de arbitragem 11 - ausência de legitimidade ou de interesse processual 12 - falta de caução ou de outra prestação que a lei exige como preliminar
Falta apenas uma.... 13 - indevida concessão do benefício da gratuidade da justiça
Quando se verifica a litispendência? quando se reproduz ação anteriormente ajuizada
Quando se verifica coisa julgada? mesma coisa da litispendência, quando se reproduz ação anteriormente ajuizada
Quando uma ação é idêntica a outra? quando possui as >> MESMAS PARTES >>MESMA CAUSA DE PEDIR >>MESMO PEDIDO
O que é litispendência? quando se repete ação que está em curso
O que coisa julgada? quando se repete ação que já foi decidida por decisão transitada em julgado
O juiz conhecerá de ofício todas as matérias enumeradas no artigo 337, com exceção de duas. Quais são elas? >> arbitragem >> incompetência relativa
Caso o réu não alegue a existência de convenção de arbitragem, o que acontece? implica aceitação da jurisdição estatal e renúncia do juízo arbitral
O autor pode alterar a PI para substituir o réu? SIM. Caso o réu alegue ser parte ilegítima ou não ser o responsável pelo prejuízo invocado, o juiz FACULTARÁ o autor em 15 dias a promover essa alteração.
Se o réu alegar sua ilegitimidade, ele tem que indicar o sujeito que deveria estar no seu lugar? SIM, se tiver conhecimento de quem é o doido, sob pena de arcar com as custas processuais e de indenizar o autor pelos prejuízos decorrentes da falta de indicação.
No caso da pergunta anterior, o autor pode ao invés de fazer a substituição, ele pode fazer o quê? inclui o sujeito indicado pelo réu como litisconsorte passivo.
Qual a peculiaridade caso haja alegação de incompetência relativa ou absoluta? E se houver ACM? Nesse caso, a contestação poderá ser protocolado no domicílio do RÉU. Alegada essa incompetência, a realização de ACM será suspensa caso tenha sido designada
Em razão do princípio da eventualidade, o réu tem de se manifestar PRECISAMENTE sobre as alegações do de fato na PI. Qual a consequência se eles não impugnar tais fatos? Presume que são verdadeiros.
Réu revel pode produzir provas? SIM. Súmula 231, STF. O réu em processo cível pode produzir provas, desde que compareça em tempo oportuno.
Quais as exceções do ônus da impugnação especificada? 1 - não for admissível a seu respeito a confissão 2 - PI não viver acompanhada de instrumento que a lei considera substância do ato 3 - estiverem em contradição com a defesa em seu conjunto.
O ônus da impugnação especificada não se aplica a quem? curador especial advogado dativo defensor público
Fazenda pública se submete ao ônus da impugnação específica? SIM
Quais são as defesas que o réu pode alegar APÓS A CONTESTAÇÃO? 1 - direito ou fato superveniente 2 - aqueles que o juiz pode conhecer de ofício 3 - expressa autorização legal, puderem ser formuladas em qualquer tempo e grau de jurisdição
De quem a competência para analisar a competência do juízo arbitral? Que regra é seguida? Do próprio juízo arbitral Kompetenzkompetenz
Created by: sigurd